• Avenida Doutor Mário Sperb, 874 - Morro do Espelho
  • (51) 3592-1584
  • sinodal@sinodal.com.br

Especialista em Direito Digital, Patricia Peck, falou ontem sobre os riscos da internet na infância e na adolescência para pais aqui no Sinodal

Um público formado por pais e professores esteve ontem à noite no Auditório Principal do Colégio Sinodal, para assistir a palestra da Advogada Especialista em Direito Digital, Patricia Peck, sobre família digital segura e o uso da internet com responsabilidade.
 
O evento, promovido pela equipe diretiva e pelo Círculo de Pais e Professores (CPP) do Colégio Sinodal, abordou diversas temáticas importantes sobre o papel dos pais na proteção dos filhos digitais, além dos perigos e riscos das redes sociais, aplicativos e da própria internet. "Hoje, no Brasil, temos 85% de crianças e adolescentes navegando nas redes sociais. E precisamos estar atentos a isso", defende Patricia. Segundo  ela, está se vivendo hoje na internet um individualismo compartilhado. 
 
Como medidas de segurança, ela é bem categórica. "Limite. Limite de horário. Precisamos ter em nossos lares o toque de recolher digital, que é aquela hora em que você encerra a internet da casa". E ela vai além: "Não é proibir o uso mas, sim, usar por período, um uso saudável da internet dentro de uma rotina de disciplinas e combinações", frisa ela.
 
Conforme Patrícia, a internet virou a maior rua do Planeta. "Às vezes, nos preocupamos apenas com a segurança dos nossos filhos nas ruas. Mas temos que olhar para dentro de casa e sermos totalmente vigilantes sobre a forma como nossos filhos estão consumindo a internet", reforça. E ela finaliza com a dica: "Pense, daí publique".
 
Hoje pela manhã, foi as vez dos 9º Anos e Ensino Médio ouvir a palestra da especialista sobre o tema.