• Rua Porto Alegre, 366, Bairro Estação, Portão
  • (51) 3562-5573
  • portao@sinodal.com.br

Mensagem sobre cultura de paz abre Seminário de Professores do Sinodal

“Tempo de construir e reconstruir relações saudáveis”. Com essa mensagem de propagação de uma cultura de paz na sociedade que o pastor escolar do Colégio Sinodal, Eloir Weber, abriu nesta quarta-feira, 13, o Seminário de Professores, iniciado ontem no Auditório Principal da unidade de São Leopoldo da escola e que vai até sexta, 15. O evento antecede o início do ano letivo do colégio, marcado para começar em 2019 no próximo dia 18 de fevereiro.

“É urgente e necessário que coloquemos a vida humana, o valor das relações de amizade e familiares acima das discussões e divergências. Talvez seja esse o grande desafio que fica para o ano de 2019.  Como seres humanos, temos, por um lado, a necessidade de conviver em sociedade, de estar em codependência constante. Por outro lado, temos a inclinação natural para a dificuldade de relacionamento, de entendimento e harmonia na vida comunitária. Conviver com as outras pessoas é um grande desafio. Exatamente por isso necessitamos de um exercício intencional de construir e reconstruir as relações a cada dia”, afirmou o pastor escolar, ontem, para cerca de 200 professores das unidades de São Leopoldo e Portão do Sinodal.

Segundo Eloir, a IECLB (Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil), para os anos de 2018 e 2019, escolheu como tema: Igreja, Economia, Política. “O cartaz do tema do ano mostra uma ponte, em forma de coração, sendo construída. Em cada uma das cabeceiras da ponte há um grupo de pessoas em cores diferentes, representando diferentes posições. Entre os grupos há um abismo, que está sendo vencido com a obra feita por ambos os lados”, explica o pastor. 

 “Viver em paz é um conceito bastante amplo. Cada cultura e época dão diferentes roupagens a essa expressão, conforme as necessidades e anseios do seu meio. Na Bíblia, a paz é um conceito básico. É a síntese de tudo de bom que Deus quer oferecer à humanidade. Muitas vezes está associado com bem-estar, felicidade, saúde, segurança e relações sociais e familiares equilibradas – harmonia consigo mesmo, com as outras pessoas e com Deus. É tempo de construir e reconstruir pontes em nossos relacionamentos, vencer os abismos abertos pelas disputas entre grupos, caminhar e confluir caminhos. A paz necessita de meios pacíficos e de pessoas dispostas a se deixar guiar por uma espiritualidade pacificadora”, acrescentou Eloir. Após a mensagem, professores puderam conectar cadeados confeccionados em papel colorido com mensagens de paz escritas por eles em uma miniponte criada por funcionários do Sinodal. "Quando as aulas começarem, os alunos também terão a mesma oportunidade", diz Eloir. 

Nesta quarta-feira, além da mensagem do pastor, o diretor-geral do Colégio Sinodal, Ivan Renner, apresentou o plano de direção de 2019 da escola aos professores, demonstrando todas as novidades, obras, inovações e transformações que a escola realizou nos últimos meses para seguir evoluindo neste ano letivo.